quarta-feira, 15 de junho de 2016

Conhecendo um pouco sobre a autora Priscila Caroline - Mas e depois? Para sempre!

Olá seguidores.

 Vamos saber mais um pouco da autora macaense Priscila Caroline que estará no dia 20/11/16 no nosso 1º encontro aberto ao público em Macaé - RJ. Local Centro Cultural Rinha das Artes.



Priscila Caroline

Trecho da entrevista cedida ao site SobreVicios

->  Relate aqui alguns fatos vividos durante a criação do livro. 

A ideia deste livro ( Mas e depois? – Para sempre! ) surgiu há uns quatro anos. Digitei as quatro primeiras páginas e simplesmente o deixei de lado. Dois anos mais tarde resolvi continuar. Escrevi mais umas vinte páginas apenas, e novamente o arquivei. Na verdade eu não imaginava que iria concluí-lo ou que pudesse sair um livro do que eu estava escrevendo. Em maio do ano passado vi um concurso literário na internet e resolvi participar. Mas, o concurso estava aberto desde julho do ano anterior, ou seja, 2014. E eu só tinha mais dois meses para escrever, já que o prazo para as inscrições encerravam em julho de 2015. Escrevi um livro todo em poesia e enviei. Novamente, sem dar crédito algum ( preciso parar com isso.). Em 31 de outubro saiu o resultado: Eu consegui ganhar em segundo lugar em minha categoria. Fiquei muito, muito, muito feliz!!! Não esperava mesmo. Com o resultado desse concurso, passei a acreditar mais em mim, e então decidi continuar o livro que eu havia deixado “na gaveta” anos antes. Mas, infelizmente, havia perdido o arquivo com todas as vinte páginas já escritas ( não era muito, mas era meio que a base do que eu pretendia contar). Fiquei desanimada, mas, diferente dos outros anos, decidi continuar. Recomeçando com apenas as quatro primeiras páginas de quatro anos atrás, que eu ainda tinha no email. E, ainda bem, deu certo! Quem começar a ler o livro, irá notar uma mudança na escrita no decorrer da leitura. Não quis mudar. Optei por deixar visível essa mudança. Assim como a mudança da minha personagem. Quando ela surgiu e como ela cresceu.

-> Fale sobre as dificuldades enfrentadas para consegui publicar seu livro.

Publicar um livro é difícil. MUITO difícil. Enviei para várias editoras que respondiam :" seu livro é um livro comercial, mas nosso catálogo já está fechado”. Ou, “ Só recebemos por indicação”, ou sequer recebia resposta. Mas, depois de manter meu livro tantos anos em gaveta, Não queria desistir mais. Continuei tentando. Consegui uma resposta positiva de algumas editoras e escolhi por aquela que me passou mais segurança e que eu não precisasse investir financeiramente. Pelo menos que eu não precisasse pagar para publicar meu livro. (Nada contra quem paga, cada um sabe o valor do seu sonho e até onde irá por ele. ) mas, além de não poder arcar com os valores que algumas editoras pedem, eu queria saber que alguém acreditou em meu livro e queria publicá-lo.

-> Uma mania (estranha) que você tem como escritora.

Eu tenho certeza de que devo ter alguma mania estranha, mas é difícil saber o que é estranho para os outros, pra mim são normais. Mas irei listar algumas coisas que faço enquanto escrevo. De repente seja estranho para alguém. – risos –
· Não consigo escrever em notebook. Não dá. Se começar eu durmo;
· Só escrevo em desktop – computador de mesa – e com alguma música de fundo. Sei lá, me sinto mais inspirada;
· Ando sempre com algum aplicativo de texto e posso parar no meio de uma conversa para escrever no aplicativo alguma fala ou ideia para novos livros.
· Escrevo algumas falas, ponho em vermelho. E SEMPRE as excluo depois, mas continuo escrevendo-as e mudando a cor.


Em sua tarde de autógrafos.

Tarde de autógrafo dia 09/04/2016 em Macaé - RJ






Amor e luz para a humanidade!



Nenhum comentário:

Postar um comentário